Locação de Peças para Robôs

Empresa de Robótica
Empresa de Robótica
25 de outubro de 2017
Robôs Kuka
Robôs Kuka
13 de dezembro de 2017
Exibir tudo

Locação de Peças para Robôs

Locação de Peças para Robôs – Quebras ou consertos para melhorar a célula robotizada ou mesmo o próprio robô costumam exigir peças sobressalentes e equipamentos que, muitas vezes, não fazem parte das peças em que a equipe de manutenção possui estoque. Nesses casos, as soluções recorrentes são: Pedir emprestado ou comprar o equipamento que, além de caro, pode ser útil poucas ou uma única vez.

Por isso, algumas empresa s que prestam serviços no ramo da robótica vêm explorando cada vez mais esse segmento de mercado, disponibilizando diversos equipamentos. Muitos produtos possuem alto valor aquisitivo como , por exemplo: O teach pendant. Entre outras peças capazes de viabilizar a realização de serviços e atividades do equipamento.

O serviço de locação de peças para robôs são oferecidos via contrato para aluguel diário, semanal, quinzenal ou mensal a qualquer organização.

Quando alugar? Quais cuidados ter ao contratar a locação?

A locação deverá acontecer se o utensílio for usado por um curto período em comparação ao prazo de execução do conserto da peça original.

Mas mesmo quando a utilização do item ocorre por um longo período, a locação pode trazer benefícios . Além disso, não precisar investir dinheiro na compra de um aparelho que pode ser caro, e ficar livre de eventuais problemas e custos de manutenção são grandes vantagens. Para se ter uma ideia, um teach pendant novo da marca de robôs KUKA (KCP2 e Smart Pad) custa, em média, R$38.000,00. Para alugar um equipamento desse tipo, a organização irá desembolsar cerca de R$170 (diária).

A praticidade e a economia oferecidas pela locação podem se transformar em prejuízos se o consumidor não ficar atento a alguns pontos na hora da contratação do serviço. Primeiro: faça um planejamento consistente, que garanta o uso do necessário. Certifique-se de que a ferramenta é realmente a que você precisa para o seu robô. Muitas vezes faz-se necessário a visita de um técnico robotista até o local , para verificar se o problema realmente está na peça que será consertada e locada futuramente.

Outro cuidado é escolher por um integrador de robôs que esteja legalmente estabelecida e, se possível, com tradição no mercado. Cheque se os equipamentos oferecidos estão em perfeitas condições de manutenção e atendem aos quesitos de segurança.

Um ponto que costuma gerar conflitos é a devolução de equipamentos avariados, o que pode render multas indesejadas e caras ao locatário. Para fugir dessa dor de cabeça, teste a ferramenta no momento do recebimento para não alugar algo que já tenha algum dano. Além disso, tome o máximo de cuidado com o objeto alugado e não deixe que ele fique exposto a intempéries ou permaneça em locais sujeitos a furtos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *